Como se proteger de golpes ou fraldes através do PIX?

pix

O PIX chegou ao Brasil, tendo uma grande aceitação, mas, apesar de ser uma tecnologia muito útil, podem ter pessoas mal intencionadas querendo aplicar algum golpe.

Com a promessa de reduzir custos nas transações de transferências de valores, em cinco dias teve 24,8 milhões de chaves cadastradas

Esse novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central permite a realização de transferências bancárias instantâneas durante 24 horas em todos os dias do ano.

Neste artigo eu vou esclarecer tudo sobre os riscos do PIX, os principais golpes e os cuidados a fim de evitá-los.

Menor Infrator possui direitos?

Os riscos do PIX!

As transações e os dados dos usuários do PIX são protegidos basicamente por duas medidas de segurança que são: a criptografia e a autenticação. Elas visam evitar fraudes e prejuízos financeiros para os usuários e são as mesmas usadas nos meios de pagamentos até então praticados. Teoricamente, usando esse sistema, nem se alguém conseguir a senha do outro vai conseguir acessar o PIX ou qualquer serviço do banco. A fim de ter acesso é preciso também estar com o celular cadastrado em mãos para conseguir entrar. Mas, golpe parece ser algo sempre possível, não é verdade? E tem, sim, gente querendo se aproveitar de algumas fragilidades do PIX.

pix

Os principais golpes feitos pelo PIX

Primeiramente, é fato que as questões nas quais envolvem o PIX ainda são recentes, mas veja os principais golpes já identificados abaixo.

Phishing

O phishing é um golpe muito comum. Os criminosos compartilham mensagens como se fossem o banco solicitando o registro das chaves PIX, porém esses sites sempre são falsos.

Redes sociais

Nesse golpe do PIX, são criados perfis falsos do banco ou se apresentando como algum representante dele nas redes sociais. Desses perfis são enviadas mensagens oferecendo ajuda. Eles também usam uma estratégia de relacionamento, começam a responder mensagens, comentar em perfis, páginas e grupos e sempre deixando ali um link de isca para as vítimas acessarem. Eles também pedem informações pessoais como documentos e dados bancários, em alguns casos.

WhatsApp

Os criminosos conseguem clonar a conta do usuário e se passam pela vítima, enviando pedidos de depósitos e transferências de valores para os contatos da agenda. Embora hoje o WhatsApp seja o modo mais usado, as mensagens fraudulentas também costumam vir através do e-mail, redes sociais e até por SMS.

Golpe em contato direto

O contato direto com alguém se passando por funcionário ou representante de bancos através de e-mails e mensagens também pode ser um golpe. Normalmente os criminosos mandam um link com vírus no qual redireciona a vítima para formulários de sites falsos e clonados. Nesse sistema eles fazem a captação de dados e informações bancárias e pessoais dos usuários. A cobrança de taxas ou pagamento antecipado também é uma prática golpista, porque o cadastro do PIX é gratuito.

Chamadas e promoções absurdas

Promessas absurdas podem ser usadas pelos golpistas a fim de atrair suas vítimas. Já houve, por exemplo, vídeos e mensagens falando que havia um erro do PIX permitindo a pessoa receber o dinheiro em dobro se realizasse transferências com chave aleatória. Contudo, era só mais uma forma de fazer os usuários transferirem dinheiro para as contas dos criminosos.

Como evitar tomar golpe pelo PIX e quais os meus direitos?

Infelizmente, ainda não há muitas definições quanto à responsabilização legal e a reparação de perdas em razão dos golpes feitos utilizando o PIX, porém, todo cuidado é pouco. Segundo o Banco Central, a transação pelo PIX só é autorizada e realizada após o prestador de serviço de pagamento realizar todas as verificações de segurança com o usuário. Portanto, a responsabilidade das instituições financeiras por fraudes decorreria apenas de eventuais falhas nos seus mecanismos de gerenciamento de riscos das transações. Veja algumas dicas nas quais podem te ajudar a evitar cair em golpes:

  • Não trate de informações bancárias fora do banco;
  • Jamais cadastre o seu PIX ou forneça informações pessoais e bancárias nos aplicativos de mensagens;
  • Não envie dados seus em redes sociais como o Facebook;
  • Se informe bem com o seu banco sobre a segurança das transações;
  • O PIX é gratuito, portanto, jamais pague qualquer valor no cadastro;
  • Nunca pague nenhum valor a fim de pedir empréstimo;
  • Jamais realize qualquer transação financeira suspeita;
  • Nas dúvidas procure sempre uma pessoa mais informada a fim de te ajudar.

E claro, no caso de ter algum problema, procure um Advogado ou o PROCON para ver se há algo que possa ser feito a fim de reaver seu prejuízo. Gostou desse conteúdo sobre o PIX? Compartilhe com mais pessoas, esse assunto é muito sério e urgente e todos precisamos estar atentos e ter cuidado.

Direito de Arrependimento: Como funciona esse recurso?

sobre o autor

conteúdos relacionados

Lei Sansão: Maus-tratos de animais tem pena aumentada!

Lei Sansão: Maus-tratos de animais tem pena aumentada!

Você conhece a Lei Sansão de proteção aos animais? Segundo o site do UOL, recentemente a Delegacia Eletrônica de Proteção Animal registrou um aumento de 81,5% nas denúncias de maus-tratos contra animais em São Paulo. Há fortes movimentos políticos e sociais focados em pressionar os legisladores...

Juros de Obra: Como saber se estão te cobrando a mais?

Juros de Obra: Como saber se estão te cobrando a mais?

Você sabia que quando você compra um imóvel na planta e financia pelo banco existe um risco de pagar Juros de Obra a mais? Atenção! Este é um assunto que muita gente não sabe e o prejuízo pode ser muito grande. Conheça as regras do Teletrabalho e como ele diferencia do Home-Office. Neste post...

Teletrabalho: Como seguir a lei e as recomendações do MPT?

Teletrabalho: Como seguir a lei e as recomendações do MPT?

Com o aumento do Teletrabalho o Ministério Público do Trabalho se pronunciou. Isso, a fim de manter as condições mínimas de segurança e qualidade da saúde do trabalhador. Confira nesse texto tudo sobre o Teletrabalho e quais as recomendações do MPT. Teletrabalho: As recomendações do MPT O...

deixe seu comentário