Renda Cidadã: Saiba tudo sobre o Programa!

julho 12, 2021
renda cidadã

Um dos assuntos mais falados ultimamente é a Renda Cidadã.

Mas você já sabe como vai ser esse novo programa de distribuição de renda no Brasil?

O governo prevê pagamento médio de R$ 250 com um custo total de R$ 51,51 bilhões até 2022, segundo fontes do site Suno.

Quer saber mais informações e quem tem direito a Renda Cidadã? Então acompanhe essa leitura!

Renda Cidadã: O que é?

O Renda Cidadã é um benefício social, de caráter continuado, estruturado em moldes parecidos com o do Bolsa Família.

Ele é ofertado às famílias que atendem a determinados requisitos de vulnerabilidade estabelecidos na legislação.

Ainda não há nada oficialmente definido, mas a expectativa é de que o Bolsa Família será totalmente substituído por esse novo programa.

A proposta ainda está em discussão entre os líderes do governo e os senadores.

Eles precisam firmar um Pacto Federativo de aprovação da Proposta de Emenda Constitucional sobre a medida.

Mas quais são as diferenças com o Bolsa Família?

Desde 2003 o Brasil já tem um programa de distribuição de renda.

O objetivo do Bolsa Família é contribuir no combate às desigualdades no Brasil.

Assim, complementando a renda das famílias com um valor de R$ 89,00 a R$ 178,00 mensais por pessoa.

Isso, depende do número de crianças e adolescentes com idades entre 0 e 17 anos na família.

Ambos os programas garantem o acesso das famílias mais vulneráveis a diversos outros direitos.

Ou seja, os dois visam ampliar a renda de milhões de famílias brasileiras.

Você é advoga e não está trabalhando na área? Então, venha fazer parte do Advoga como Advogado Online!

renda cidadã

Desafios para a aprovação do novo programa.

Um dos maiores desafios da aprovação da PEC é a definição sobre a fonte de renda que irá custear o novo programa.

O valor dos gastos dependerá do valor que será destinado aos beneficiários.

O Presidente sinalizou que o benefício deveria acompanhar o valor que foi definido ao pagamento das parcelas extras referentes do Auxílio Emergencial.

O valor definido do segundo semestre de 2020 foi de R$ 300,00.

A maior dificuldade para a aprovação do benefício tem sido a grande crise enfrentada pelo país frente à Pandemia da Covid-19.

A equipe econômica do Governo Federal tem estudado alternativas de onde obterá recursos suficientes.

Pois, é preciso cobrir os gastos com o novo programa.

Isso, sem uma exposição perigosa de caixa e sem o risco de endividamento do país.

O desafio inicial é definir de onde sairá os valores a fim de custear o programa.

Já que inicialmente estima-se que ele custará aproximadamente R$ 30 bilhões ao atendimento de no mínimo, 10 milhões de famílias brasileiras de baixa renda.

Problemas com Contratos Imobiliários? Não mais, saiba como resolver neste artigo!

Até agora não estipulação das regras de participação no programa.

Sendo assim, a expectativa é de que se mantenha o mesmo procedimento adotado no Bolsa Família, utilizando o Cadastro Único (CadÚnico).

Na participação do Bolsa Família, o cidadão tem que fazer o cadastro no CadÚnico em qualquer Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) de sua cidade.

Qualquer pessoa que se enquadre nos requisitos de baixa renda estabelecidos pela legislação pode participar.

Sendo assim, o requisito essencial é:

  • Receber até meio salário mínimo mensal por pessoa ou até três salários mínimos mensais por família.

Depois do cadastramento o interessado ficará sabendo se está elegível de receber algum benefício social.

A expectativa é de que para ter acesso essa opção de renda seja o mesmo processo, embora pode haver algum ajuste mínimo.

O pagamento do benefício, possivelmente, será realizado pela Caixa Econômica Federal.

Bem como tem sido com os benefícios dessa natureza, a exemplo do Auxílio Emergencial e do próprio Bolsa Família.

Agora você já sabe bem mais sobre o Renda Cidadã não verdade?

Mas é importante ficar atento as discussões políticas estão em fase bem avançada e a qualquer momento pode sair a divulgação oficial do programa.

E aí sim saberemos o formato do novo programa, como será o procedimento para participar, se terá a criação de conta especial, uso de aplicativos, etc.

Fique ligado e continue seguindo nosso blog para se manter sempre informado e atualizado sobre os direitos e benefícios sociais.

sobre o autor

conteúdos relacionados

Lei Sansão: Maus-tratos de animais tem pena aumentada!

Lei Sansão: Maus-tratos de animais tem pena aumentada!

Você conhece a Lei Sansão de proteção aos animais? Segundo o site do UOL, recentemente a Delegacia Eletrônica de Proteção Animal registrou um aumento de 81,5% nas denúncias de maus-tratos contra animais em São Paulo. Há fortes movimentos políticos e sociais focados em pressionar os legisladores...

Juros de Obra: Como saber se estão te cobrando a mais?

Juros de Obra: Como saber se estão te cobrando a mais?

Você sabia que quando você compra um imóvel na planta e financia pelo banco existe um risco de pagar Juros de Obra a mais? Atenção! Este é um assunto que muita gente não sabe e o prejuízo pode ser muito grande. Conheça as regras do Teletrabalho e como ele diferencia do Home-Office. Neste post...

Teletrabalho: Como seguir a lei e as recomendações do MPT?

Teletrabalho: Como seguir a lei e as recomendações do MPT?

Com o aumento do Teletrabalho o Ministério Público do Trabalho se pronunciou. Isso, a fim de manter as condições mínimas de segurança e qualidade da saúde do trabalhador. Confira nesse texto tudo sobre o Teletrabalho e quais as recomendações do MPT. Teletrabalho: As recomendações do MPT O...

deixe seu comentário