Publicidade

Confira se a Rescisão Contratual foi feita de maneira certa!

maio 03, 2021
rescisão contratual

Provavelmente todo mundo vai passar por alguma rescisão contratual e a primeira recomendação, é sempre procurar um profissional com entendimento técnico.

Contudo, é muito importante poder ter um controle mínimo em relação aos nossos direitos regidos pela lei.

Sendo assim, listamos abaixo, o que se deve observar no momento de assinar uma rescisão contratual de trabalho, evitando ter os seus direitos violados. Boa leitura!

Publicidade

Como os advogados atuam resolvendo Crimes Virtuais?

Rescisão Contratual

rescisão contratual

Antes de tudo, é necessário saber qual foi a motivação para a rescisão contratual do vínculo de trabalho. Portanto, existem duas formas previstas na legislação. A modalidade de demissão sem justa causa, que é quando o empregador deliberadamente quer encerrar o contrato, sem que o empregado tenha agido contra as suas atribuições. Neste caso, o trabalhador possui todos os direitos previstos na legislação. Além, da forma de dispensa com justa causa, onde o trabalhador dá motivação ao empregador e a relação se encerra por motivos contrários ao bom desempenho das funções.

Já quando ocorre essa forma de dispensa, o empregador fica sem a possibilidade de recebimento de uma série de benefícios, como o seguro-desemprego. Após analisar se a forma de demissão está correta com o seu caso em específico, é muito importante conferir os dados da assinatura da rescisão contratual. Pois, a fim de sacar o FGTS e outros pleitos, é necessário ter todas as informações corretas. Portanto, vamos para as questões práticas de verbas a serem pagas.

Salário proporcional

Se trata dos dias trabalhados até a data da rescisão contratual, então você deve receber referente aos últimos dias trabalhados. Mas, esses dias não devem ter sido enquadrados no seu último pagamento.

Aviso prévio

Nesse ponto, o funcionário e a empresa devem definir se será trabalhado ou indenizado. Sendo o indenizado sem a necessidade que o trabalhador realize suas tarefas, apenas recebe o valor referente a um mês de trabalho e pode ficar durante esse período em sua residência. Enquanto, trabalhando as funções de empregado se mantém durante os 30 dias seguintes. Normalmente o aviso prévio da rescisão contratual acontece quando não há conflito entre as partes e a relação terminará tendo uma boa relação entre o colaborador e a empresa.

Rescisão contratual: 13º Salário proporcional

Aqui serão calculados os meses trabalhados e calculado proporcionalmente o que é devido ao funcionário.

Férias

O trabalhador deve conferir se existem férias vencidas, bem como ao valor referente ao proporcional das férias.

FGTS

Nos casos de demissão sem justa causa, o empregador paga o valor de 40% do saldo do FGTS. Ou seja, durante todo o período o empregador depositou o valor mensal de 8% do salário na conta do FGTS, desse montante total será calculado o valor da multa.

Publicidade

Rescisão contratual: Acordos e Descontos

Verificar se o sindicato da classe do trabalhador dispõe sobre a necessidade de pagamento de uma verba específica, na qual pode variar conforme a função e exigência do trabalhador em suas atividades. Por último consultar se houve descontos de adiantamento de valores e outros valores previamente combinados. Como conferência é importante verificar as datas nas quais constam na rescisão contratual, para fins de contagem do salário proporcional e início do aviso prévio. Existem alguns aplicativos nos quais fazem o cálculo com as regras atualizadas e os sindicatos de cada categoria, normalmente dispõe da assessoria para essas situações.

Quais são as opções para tornar válida a rescisão contratual por acordo?

Após a aprovação da Reforma Trabalhista, empregado e empregador ganharam mais autonomia a fim de tratar dos assuntos envolvendo o contrato de trabalho, inclusive a rescisão contratual. Assim, o Artigo 484-A da CLT trouxe a possibilidade de que as partes entrem em acordo sobre os valores e convencionam entre si a respeito da rescisão do contrato. Ou seja, você pode verificar os cálculos, tirar as suas dúvidas e realizar a rescisão contratual diretamente com a empresa, sem a necessidade de conferência nenhuma. Sendo assim, é importante conhecer e entender sobre os seus direitos. Mesmo assim, quando uma das partes não tiver tanta certeza e solicitar representação de advogado.

A rescisão contratual ainda poderá ser feita através de um acordo. Mas, com homologação do juiz a fim de analisar se os parâmetros da legislação foram cumpridos. Essa forma está expressa no Artigo 855-B da CLT, para a homologação de acordo extrajudicial da rescisão contratual, não é exigido o encerramento do vínculo. Dessa forma, pode ser apenas decidida uma questão do contrato de trabalho, com a devida orientação profissional e solicitação de homologação pelo juízo. Gostou do nosso artigo a respeito da rescisão contratual? Continue acessando nossos artigos e tenha mais informações sobre os seus direitos!

Como se proteger de golpes ou fraldes através do PIX?

Encontre advogados perto de você!

Descreva seu problema para nossos profissionais e você será contatado pelo WhatsApp em poucas horas!

* O envio do seu problema é gratuito, porém os honorários oficiais poderão ser cobrados pelo profissional jurídico.

sobre o autor

conteúdos relacionados

Trabalho sem Carteira Assinada: Conheça os seus direitos!

Trabalho sem Carteira Assinada: Conheça os seus direitos!

O trabalho sem carteira assinada ainda é um dos problemas que colocam em risco os direitos do trabalhador brasileiro. De acordo com a legislação, todo trabalhador, pessoa física, que trabalha com subordinação, de forma contínua, com pessoalidade e recebendo uma remuneração, tem direito de ter essa...

Trabalho Escravo: Por que ainda existe nos dias de hoje?

Trabalho Escravo: Por que ainda existe nos dias de hoje?

O Trabalho Escravo ainda é uma das questões sociais mais sérias no Brasil. Dados do Observatório do Terceiro Setor, apontam que em 25 anos cerca de 55 mil pessoas foram resgatadas do trabalho considerado escravo no Brasil. Somente no ano de 2020, cerca de 942 pessoas foram resgatadas trabalhando...

Empresa Simples de Crédito: Conheça esse novo negócio!

Empresa Simples de Crédito: Conheça esse novo negócio!

Neste artigo vamos falar sobre a Empresa Simples de Crédito, um novo negócio que já tem dado o que falar no campo do direito. Já sabe o que é e como ela funciona e a quem ela oferta créditos por meio de empréstimos e financiamentos? Acompanhe a leitura desse artigo que você vai entender tudo isso...

deixe seu comentário